PJV - Sede Crea

Sede Crea

Ficha Técnica

Sede do CREA – Jaraguá do Sul
2º colocado no concurso
Co-autor: Julio Adriano
Local: Jaraguá do Sul
Área construída: 511 m2
Área do terreno: 558 m2
Ano do projeto: 2008

ESTUDO FORMAL

A forma da edificação resulta da intenção de propor uma arquitetura contemporânea, baseada em certos princípios de composição, de organização, de estruturação, da correta relação e principalmente da proporção entre os elementos envolvidos.
As partes relacionam-se livremente, mas sempre com o propósito de fortalecer o todo. Ao retirarmos um dos elementos desta arquitetura, seja o volume do auditório ou a borda que o envolve, seja a caixa em concreto, ou seja a base que busca dar maior leveza ao pavimento superior, nos deparamos com algo faltando. E isto claramente demonstra a força que une esta composição.
Brises móveis proporcionam diversidade e dinamismo para a fachada norte, permitindo ao usuário posicioná-lo de acordo com a sua preferência e necessidade.
A leitura desta obra se torna clara, fácil de reconhecer, como uma arquitetura de formas limpas e puras, feita através de desenhos simples e elementos marcantes.

MATERIAIS EMPREGADOS

Os materiais escolhidos buscam redesenhar os elementos propostos. Cada parte é tratada de uma maneira evidenciando a relação entre as cores e os materiais.
A caixa de concreto deixa amostra sua tecnologia construtiva, perceptível nas faixas deixadas pela emenda das tábuas utilizadas na caixaria. O auditório, parte mais avançada para a rua e maior ambiente desta sede é caracterizado por uma caixa vermelha feita de alvenaria, onde aplica-se a identificação do edifício.
Envolvendo a caixa do auditório, uma borda branca ressalta ainda mais o caráter dos demais materiais e demarca o desenho principal da fachada. A caixa inferior, onde está a inspetoria, recebe um tom cinza escuro que se confunde com as esquadrias de alumínio preto e vidro fumê, dando uma sensação de leveza ao pavimento superior.

IMPLANTAÇÃO

A implantação do edifício vem ao encontro da necessidade de prover acesso rápido para veículos e pedestres.
O estacionamento frontal proporciona um melhor aproveitamento do terreno, além de gerar facilidade para as manobras.
Os recuos laterais são determinantes para que se explorem os aspectos essenciais de insolação, iluminação e ventilação natural em todos os ambientes do edifício.